Governos: Evento na Estônia debate transformação digital

Foi realizado, entre os dias 22 e 23 de maio, na Estônia, o evento e-Governance Conference. Segundo o jornal Extra, o estado brasileiro esteve representado pelo programa RJ Digital. Trata-se de uma iniciativa da Secretaria de Transformação Digital que, desde a sua implementação, em 2022, ampliou de 1,3 mil para 2,3 mil a quantidade de serviços públicos disponíveis no portal online do governo do estado. 

Realizado na cidade de Tartu, a cerca de 180 quilômetros da capital estoniana Tallin, o e-Governance Conference reuniu autoridades e especialistas de diferentes países para discutir a transformação digital em governos. 

Entre os palestrantes, estava o presidente da Estônia, Alar Karis. O país, inclusive, é visto como referência no assunto ‒ uma pesquisa da Microsoft apontou a nação como líder em serviços públicos digitais na Europa, por exemplo.

“Inclusão social e econômica”

Para Cesar Alcácio, CEO da empresa 3P Brasil, que atua com implementação e gestão de tecnologia, eventos como o e-Governance Conference são fundamentais para reforçar a importância da transformação digital na gestão pública. 

“O acesso ampliado à conectividade é crucial para democratizar o acesso à informação e aos serviços governamentais, facilitando a inclusão social e econômica. Projetos que utilizam plataformas digitais para interagir com a população podem melhorar a transparência, aumentar a eficiência do poder público e fortalecer a participação cidadã”, acredita.

Alcácio explica que a empresa na qual atua como CEO vem desenvolvendo soluções nesse sentido. Nelas, há uso de sistemas de gestão inteligente que fazem uso de conceitos de inteligência artificial (IA), big data, business intelligence e gestão de relacionamento com o cidadão (CzRM, na sigla em inglês). 

O objetivo é o diálogo entre a população, órgãos públicos e o poder executivo, de modo a reduzir burocracias e promover agilidade.

“Trata-se de um movimento constante de benefício a todas as pontas: o cidadão tem suas demandas ouvidas e atendidas; o órgão ganha eficiência no desenvolvimento das ações públicas; e o executivo ganha uma visão completa de toda a gestão, seja ela na arrecadação ou no investimento”, explica Alcácio.

Na visão do especialista, a tendência é que o uso das tecnologias e meios digitais por parte do poder público continue crescendo no Brasil e no mundo, com cada vez mais serviços estando disponíveis de maneira online, o que ele vê como uma “grande transformação na maneira como o Estado se relaciona com a população”.

Para saber mais, basta acessar: https://www.3pbrasil.com.br/

Author avatar
DINO
Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.