Marketing Digital: revolucione seus resultados

Você percebeu que a experiência do seu público na jornada de compra com sua empresa é mais responsável por atrair resultados do que simplesmente vender e lucrar. Então, seus gerentes começam a buscar estratégias, com o objetivo de se relacionar melhor com os clientes, automatizando a força de vendas, buscando conteúdos que interessem ao seu público, de forma que ele se engaje nas campanhas promovidas pelo seu negócio e divulgue sua marca naturalmente, não só comprando, mas indicando outros compradores.

Se este é o seu caso, você está procurando as estratégias e as ferramentas que só o marketing digital pode oferecer para sua empresa.

 

Público: da clientela à parceria

Marketing digital nada mais é que o conjunto de práticas que visam conversões (vendas), através dos meios tecnológicos de comunicação disponíveis, via web.

A Internet colaborou muito para que o comércio e a venda de serviços expandissem o PDV (ponto de venda), isto é, os espaços físicos para compra, de maneira que, hoje, se você quer sobreviver ao mercado, é imprescindível que tenha um espaço virtual que, mais que uma loja, será o lugar onde seu público resolverá todos os problemas dele.

É através do seu site, da sua rede social, de uma campanha por e-mails ou do seu canal, que você, não só vende, mas se comunica com seu cliente que, atualmente, se bem cultivado, se transforma em seu seguidor ou seu parceiro. Tamanha segurança e conforto ele sente com você, tamanha é a identificação com suas ações, que ele é capaz de te defender e te indicar para outros, através de um clique, com total confiança.

Mas nada disso é possível sem a estratégia correta, que trabalhe o conteúdo certo da maneira mais planejada, com técnica e, sobretudo, criatividade.

https://www.youtube.com/watch?v=K9Q-HEI-7Ms

 

Conteúdo, a bola da vez!

Para isso, é altamente necessário que sua empresa invista na marca. Conhecendo seus valores, sua missão, seu objetivo e, não menos importante, seu público, ela será capaz de se comunicar, de forma a gerar engajamento interno e externo. Isto significa alinhar o processo produtivo, para que, de ponta a ponta, as informações cheguem sem ruído, saindo da gerência ao consumidor final sem falhas e distorções, com um atendimento pronto, treinado e, por isso, eficaz.

Desta maneira, não só o público vira parceiro, como o funcionário vira colaborador, porque trabalha em uma empresa que valoriza o tempo dele e, sobretudo, porque acredita nos serviços que ela presta para os seus clientes, sendo o próprio funcionário também consumidor ou defensor da sua marca.

Assim, seu negócio empreende uma coisa que se chama posicionamento. Ou seja, ele se mostra de maneira transparente para o público interno e externo, por meio das informações que partilha, através das diversas mídias disponíveis (redes sociais, vídeos, textos em postagens, blogs e twitter, por exemplo). Essas informações se destacam, porque sempre trazem conteúdos que interessam aos parceiros e aos colaboradores, para serem divulgados via web, atingindo um alcance que, muitas vezes, nem a televisão tem mais.

Aliás, a TV é um grande exemplo de mídia que vem se adequando ao marketing digital, na medida que gera cada vez mais interatividade, para que o público possa opinar sobre programação (conteúdo) e também comprar produtos relacionados aos programas que ele goste. Um exemplo disso são os reality shows, que têm investido em “codes” para downloads instantâneos de aplicativos que levem à conversão e à divulgação de posts dos internautas sobre o programa, durante sua exibição.

 Gere resultados palpáveis com o Marketing Digital

Aliás, esta relação com o público e o resultado que ela gera nunca foi tão possível de medir quanto agora. Com todas as tecnologias a serviço da criação de mecanismos que otimizam o trabalho humano, estamos na era das gerências digitais.

Não, o seu gerente não será substituído!!

Ele será apoiado por plataformas online que o auxiliarão a medir as métricas das campanhas de sua empresa, bem como o engajamento do seu público à ela, isto é, a forma como o seu público se relaciona com o conteúdo produzido por sua empresa.

Você já deve ter ouvido falar em SEO. Isto é apenas uma sigla, que significa Search Engine Optimization. Esta ferramenta é capaz de levantar informações sobre conteúdos, que podem elevar seus negócios nos rankings dos mecanismos de busca, como o Google ou o Bing. Mas ele não faz nada sozinho.

 https://www.youtube.com/watch?v=7AvGn71C0Us

É preciso que uma equipe especializada promova um planejamento que integre esta ferramenta com outras, que gerenciam conteúdo (o quando, o onde e o como publicar sua campanha, entre outras atribuições) e o relacionamento com o público (por exemplo, a quantidade de cliques, de compartilhamentos das campanhas e o custo de aquisição por cliente).

 SEO, CRM e CMS

 Os mecanismos que otimizam as buscas, comumente, são usados como parte de uma estratégia abrangente, que envolve a produção de um conteúdo que possa atrair o público e torná-lo fiel às suas ações. Dentro destas estratégias, outras ferramentas são usadas para apurar métricas e as mais fundamentais são as que auxiliam na gestão do conteúdo e do relacionamento com o cliente.

Os CRM’s ou gerenciadores de relacionamento com o cliente otimizam os dados sobre o público de tal maneira, que através deles é possível entender melhor a jornada do consumidor através do seu funil de vendas. Como funil de vendas, entende-se todo o caminho seguido pelo consumidor desde o momento que ele tem o problema, até a hora que ele decide apertar o botão de conversão que o fará adquirir o seu produto ou serviço como solução.

Assim, percebe-se que cada etapa dessa jornada é imprescindível para conduzir sua persona (ou seja, seu público ideal) até você. Toda fase deve ser planejada e preparada, de acordo com o seu objetivo em relação ao cliente. Para isto, são usadas ferramentas como cadastro, landing pages, interações por Chat, widgets de captura de leads (formulários para capturar o consumidor em potencial, interessado no seu produto) e posts em redes sociais.

Da mesma maneira, e para gerenciar melhor essas ferramentas, é necessário que se apurem métricas capazes de mostrar quais campanhas estão dando certo, que tipo de público se adequa a qual tipo de ação, quando uma pessoa interagiu com sua marca e em que situação, pelo quê seu público têm demonstrado interesse e quantidade de menções à sua marca nas redes sociais.

Os gerenciadores de relacionamento com o público administram tanto as ferramentas citadas, quanto as métricas, sendo uma só plataforma.

Por sua vez, os Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CSM) são softwares que facilitam a geração e a organização dos conteúdos criados para as diversas mídias de atuação de sua empresa. Desta forma, para atualizar textos, postar novidades, agendar postagens, alterar websites e trabalhar com imagens e vídeos não é mais necessário dominar códigos de programação por trás das páginas. Basta acessar e saber usar os instrumentos contidos nos CSM’s.

O uso estratégico e integrado de um SEO com um CRM e um CSM pode ser o diferencial para uma melhor gerência de sua performance no mercado, alertando você o que pode estar causando prejuízo. Da mesma maneira, alerta o que está dando certo e como pode ser aprimorado, para gerar ainda mais resultados.

No entanto, não é o uso aleatório dessas ferramentas que irá garantir seu sucesso. Ao contrário. É preciso qualificação, especialização para lidar com todas essas plataformas.

 Inbound Marketing

 O marketing digital, bem aplicado em sua empresa, pode gerar resultados inimagináveis. Não só pelas ferramentas técnicas. Ele tem o intuito de encantar seu público com criatividade, gerando afeto pela marca. Assim, ele fideliza os existentes e atrai novos, com o chamado Inbound Marketing, ou seja, a utilização de um conjunto de ferramentas que visam atrair o público até você. Textos de conteúdo relevante e vídeos live action ou de animação são exemplos de como você pode atingir o público de forma eficaz, gerando a tão desejada conversão.

O Inbound surge da necessidade de alcançar mercados cada vez mais distantes e difíceis de atingir com rapidez, se não fosse o avanço da tecnologia. 

Para aproximar o consumidor, as empresas devem entender que, primeiro, é preciso enxergá-lo como alguém que tem um problema a ser resolvido ou um desejo que precisa ser satisfeito. Com isso, é possível saber onde eles estão e ir buscá-los. Nesta etapa, nomeia-se este tipo de público como prospect (aquele que pode ser atendido pela sua empresa, mas ainda não é).

Chegando até eles, é necessários educá-los sobre a sua marca: quem é você, o que você oferece e, mais importante, como você pode satisfazê-lo, preenchê-lo de algum vazio ou resolver suas questões, das mais simples às mais complexas.

Depois, tendo ele aceito o seu método de agir e, sobretudo, o seu posicionamento perante o mercado, os sistemas de produção e a sociedade, é hora de você nutri-lo de informações interessantes e relevantes aos seus interesses (que a esta altura você já sabe quais são).

Fiel ao seu conteúdo e seguro quanto aos seus produtos e serviços, aí, sim, é o momento de levar seu prospect até sua página ou rede social, pois ele já se tornou um lead, ou seja, o tipo de público que está interessado em seus produtos e serviços.

Já dentro do seu site, rede social ou, até mesmo, do seu canal, é que você oferece, ou melhor, sugere sua venda, podendo conter, inclusive, promoções exclusivas para aquele lead já conhecido por você, com grandes possibilidades da conversão acontecer.

Perceba que, por mais que pareça longo, este caminho se mostra o mais efetivo, caso seu objetivo não seja só realizar uma venda, mas converter seu cliente em parceiro, transformando o prospect em sua persona. O que significa que, por meio do Inbound Marketing, você se torna a referência máxima do seu público, de modo que é em sua marca que ele pensará toda vez que precisar de alguma coisa. Mais ainda, ele indicará você para outros. Muitos outros, em apenas um clique, dependendo do seu apelo nas redes sociais! E, ainda, poderá auxiliar você na criação de novos produtos, para abarcar novos mercados.

Como se vê, uma das principais vantagens do uso das ações de Inbound Marketing é o aumento da abrangência da marca da sua empresa. E, para pôr em prática todas essas etapas, conhecer e ter fluência nas ferramentas de gerenciamento de busca, de conteúdo e de relacionamento com o cliente é essencial.

Importante destacar que muitas empresas se aventuram em montar essa estrutura dentro de seus escritórios, mas não investem nos profissionais adequados, na estrutura necessária e nas ferramentas corretas para sua estratégia. Algumas empresas, aliás, se aventuram a prospectar pela Internet sem planejamento algum.

Lembre-se: não ponha crianças para brincar em jogos de adulto! Ou seja, se comunicação via web não faz parte de seu segmento, invista em uma agência que possua profissionais especializados para isso. Só assim, você terá do marketing digital o resultado esperado.

 Mais resultado, através das Redes Sociais

 Falar em alcance, hoje, é pensar, quase que imediatamente, em redes sociais. Estas são meios digitais, espaços virtuais de comunicação, onde cada indivíduo pode construir um perfil para se manifestar e acompanhar discussões sobre assuntos do seu interesse.

As redes sociais, como o instagram e o facebook vêm fazendo um trabalho precioso para as corporações de todo o planeta: o de segmentação. Por meio dessas redes, onde as empresas também podem criar um perfil, o público automaticamente se segmenta, demonstrando seus interesses e desejos publicamente.

É partindo deste princípio, que os gerenciadores de relacionamento com o cliente atuam, comparando as informações, transformando-as em métricas capazes de serem analisadas, para um melhor aproveitamento das ações que se realizam, não só através das redes sociais, mas, também, através de qualquer mídia onde sua empresa esteja pretendendo abrir uma campanha.

Com as redes sociais, da mesma maneira, é possível gerar muito mais interação com seus públicos. Eles opinam, compartilham experiências, sugerem e se posicionam quanto aos assuntos pertinentes ao seu negócio e trazem assuntos novos, que podem se caracterizar como boas oportunidades para você.

Através dos dados obtidos pelas redes sociais, é possível criar promoções exclusivas, intervenções com descontos e várias outras estratégias que podem suscitar interesse naqueles que procuram seu espaço virtual como referência ou com curiosidade.

 Google Ads

As redes sociais são um ótimo meio de a sua empresa conseguir organicidade. Isto quer dizer que elas podem ser uma excelente forma de sua empresa atrair público espontaneamente, por indicações ou por ter visto algum anúncio, com praticamente custo zero.

No entanto, existe também a possibilidade de o seu negócio investir recurso financeiro em propagandas pela Internet, para aumentar seu alcance e impulsionar as vendas. As mídias pagas são uma outra forma de se obter público e de alavancar seu conteúdo nos mecanismos de busca.

Elas são eficazes para aquelas empresas que querem obter resultados com mais pressa. Ou para aquelas que já obtiveram muitos resultados com organicidade e visam novos meios para prospectar em áreas menos conhecidas.

Reconhecendo esta necessidade das empresas, o Google e o Facebook, por exemplo, têm suas próprias ferramentas “Ads”, abreviatura para a palavra “Advertisement”, que em inglês quer dizer propaganda.

Outro benefício, além da instantaneidade no posicionamento de buscas, é o custo. Apesar de paga, esta ferramenta proporciona para a empresa a possibilidade de gastar o quanto quer ou o quanto pode. Desde alguns reais até milhares, é possível programar o investimento adequado à saúde ou ao planejamento financeiro do seu negócio.

O canal Youtube

Orgânico ou pago, os anúncios podem ser veiculados pela Internet em diversos espaços. As redes sociais são uma grande opção. Mas, desde que se firmou como um dos maiores serviços de streaming, o youtube também vem se consolidando como uma das maiores vitrines para as empresas dos mais variados ramos.

O youtube também é uma ferramenta, na qual é possível segmentar o público por nichos de interesse, assim como o instagram e o facebook. Além de ser um espaço democrático, onde qualquer um pode postar seu próprio conteúdo, gerando canais que são alimentados freqüentemente.

Esses conteúdos podem ser essenciais para atrair público, para se posicionar, para lançar promoções, para informar ou para investir em ações criativas com a força necessária para prender a atenção de quem você quer atingir.

Não se deve, nunca, menosprezar o impacto do audiovisual no mercado. Vídeos bem produzidos, sejam eles live action ou de animação, podem ser boas armas para alimentar consumidores e possíveis consumidores.

O spotify

Se o audiovisual é poderoso na sociedade de hoje, imagina a música que, desde os tempos mais remotos, é a pura síntese da conexão entre os homens!

Ouve-se música em todas as ocasiões, da mais triste até a mais alegre. O spotify permite a criação de listas de reprodução que são um bom mote para anúncios personalizados e humanizados, já que estão associados a uma expressão artística pura.

É possível anunciar de muitas formas no spotify. Desde as vinhetas entre músicas até playlists feitas pela sua empresa, que podem alcançar grupos impensáveis.

 Mas e o podcast?

O podcast também! Da mesma maneira, através dele, é possível gerar conteúdo. Mas, aqui, talvez, seja o espaço de mídia, onde o termo “conteúdo” atinge seu significado mais fundamental.

No podcast, você aposta no público que quer e exige mais. Mais informação, mais interação (no caso de “lives”), mais entretenimento, mais tempo ….mais atenção. Com ele, é possível criar programas, parecidos com os de rádio, que podem ser ouvidos a qualquer hora, em qualquer lugar, de acordo com a conveniência de quem ouve.

Mas, esta mídia exige aprofundamento. É necessário conteúdo na sua maior acepção da palavra, para gerar diversos programas e para manter seu público envolvido durante todos os sets.

No podcast, sua empresa não anuncia. Ela cria, ela envolve. Este é o lugar onde ela tem bastante espaço para mostrar autoridade e criatividade no assunto que se propõe a desenvolver.

 Então, os emails morreram?

Não. É claro que não! Emails continuam sendo uma ótima opção de comunicação com o público. Freqüência e custo são sua principal vantagem.

Com os CSM, é possível programar os disparos, então, você precisa apenas possuir um gerenciador de conteúdo e um redator eficiente, para colocar em prática sua estratégia. Quando falamos de Inbound marketing, falamos sobre nutrir clientes. Emails são uma das mais usadas ferramentas com o propósito de nutrição.

Além disso, o correio eletrônico também pode ser usado como documento para confirmação; para oferecer promoções; para informar e para educar o público que já sinalizou interesse pela sua marca.

 Não dispense a boa e velha mídia offline

Todas essas ferramentas dependem da Internet para serem utilizadas. Isso não significa que não exista mais espaço para as mídias que circulam independente da rede, as chamadas mídias offline.

Óbvio que, por conta da tecnologia, sua empresa não deve marcar presença apenas online. Impressos, busdoors, outdoors, anúncios em metrô e o tradicional espaço no horário nobre da TV ainda causam grande impacto sobre os consumidores.

No entanto, as empresas que vêm se destacando descobriram que a mídia offline, atualmente, oferece muito mais retorno, se associada às mídias online. São campanhas, cujas estratégias têm o objetivo de atingir o público, estando próximas dele em vários momentos da sua vida, o que aumenta a interatividade com ele: desde uma simples visita a rede social até a hora do seu programa favorito na televisão. 

A associação entre mídias on e offline é uma poderosa estratégia, que pode dinamizar sua performance e garantir uma cobertura maior do mercado. Hoje em dia, tudo depende da criatividade e da qualidade técnica da equipe de marketing contratada por você.

 

 

Com o Marketing Digital, sua empresa se transforma em algo mais do que apenas um produto a ser comprado pontualmente. Ela ganha credibilidade e vira o lugar de referência para que seus clientes solucionem seus problemas.

A tecnologia provocou mudança no consumo e transformou o mercado, que baniu diversos negócios, porque não se adaptaram às oportunidades geradas por ela. Não permita que sua empresa seja um desses casos.

A agência Mais Resultado oferece o mais completo serviço de marketing digital para seus clientes. Aqui, trabalham os mais qualificados profissionais da área.  A Mais Resultado é também uma agência de vídeo, o que amplia e enriquece as possibilidades de geração de conteúdo. Desde o planejamento até a execução, passando pela produção, nós garantimos a melhora da performance da sua empresa nos meios digitais. Acesse nosso site e conquiste mais resultados!

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.