Qual o primeiro passo para começar no marketing digital?

Essa é uma pergunta bem comum entre os empreendedores. A resposta não é óbvia, como sair postando aleatoriamente nas redes sociais ou criando blogs sem estratégia.

Essa é apenas uma parte operacional, que dificilmente trará resultado se você não der alguns passos antes.

O primeiro deles é ter uma visão macro desse universo online. Entender a mudança de comportamentos e hábitos de consumo por trás da revolução digital ou ter um fornecedor que entenda.

A partir daí, conhecer as estratégias e ferramentas do marketing digital e, nesse caso, vale a mesma observação: ou ter um parceiro que conheça.

Sem essas duas etapas, acaba acontecendo uma situação que você já ouviu ou passou por ela: o dinheiro investido não traz nenhum retorno e, com isso, você vai ficar achando que marketing digital não funciona.

Para ficar bem claro tudo isso, continue aqui conosco e veja:

*Quais os pontos de atenção básicos para qualquer estratégia de marketing hoje?

  • Foco nas experiências reais e virtuais do seu cliente;
  • O case da esfirra do Habib’s.

*Quais as principais estratégias e ferramentas do marketing digital?

  • O marketing digital e suas (muitas) frentes de atuação;
  • As principais estratégias do marketing digital;
  • As principais ferramentas do marketing digital.

*Como começar com segurança no marketing digital?

Quais os pontos de atenção básicos para qualquer estratégia de marketing hoje?

No livro Marketing 4.0: do tradicional ao digital, Philip Kotler, o pai da Administração Moderna, esclarece sobre pontos de atenção básicos para qualquer estratégia de marketing de hoje.

Entre elas: a experiência do cliente, sua importância e repercussão.

Nesse mundo digital e hiperconectado, não nos influenciamos apenas pelo que as marcas dizem de si mesmas, mas também entra em cena o f-factor, os quais são as opiniões:

  • da família;
  • dos fãs;
  • dos amigos;
  • dos followers (seguidores).

Nossas escolhas e decisões estão ligadas aos comentários das pessoas próximas nas redes sociais. Isso vale mais do que qualquer comercial de 30 segundos em horário nobre na televisão.

Foco nas experiências reais e virtuais do seu cliente

Agora um detalhe: essa experiência do cliente não é só na hora em que ele está navegando no seu site, usando seu chatbot ou em contato com qualquer interface digital da sua marca.

Conta também – e muito – o que ele vivencia no mundo real: no atendimento do seu negócio, numa visita à sua loja, entre outros.

O caso da esfirra do Habib’s

Quer um exemplo? Escolhemos um caso com a esfirra do Habib’s.

No meio da pandemia, a mãe de uma menina autista fez um pedido inusitado via delivery a uma das franquias da rede. Com seletividade alimentar forte, a filha não comia alguns alimentos misturados e ela queria uma esfirra sem recheio.

O chef de cozinha – que podia ter fingido não ter lido esse detalhe na comanda – fez o salgado personalizado e ainda foi além: mandou duas massas em formato de coração.

É claro que a mãe encantada criou um forte elo com a marca, publicou essa história nos seus perfis, ajudando a disseminar esse valor de diversidade da lanchonete (com muito mais credibilidade do que se ele estivesse escrito num anúncio).

E tudo isso ganhou repercussão nas mídias tradicionais, sensibilizando muitos outros pais especiais, que se identificaram com o que aconteceu.

Resumindo: não comece seu projeto digital antes de colocar o cliente como centro do seu negócio e focar em como surpreendê-lo positivamente nos vários pontos de contato – reais e virtuais.

Para saber mais, veja Como encantar e fidelizar clientes inspirado pela Disney.

Quais as principais estratégias e ferramentas do marketing digital?

Dito isso, vamos começar a falar sobre marketing digital e como dar o start no seu projeto.

A primeira notícia é excelente: o marketing digital oferece imensas oportunidades de negócios com custos bem acessíveis e se comparado ao marketing tradicional, mais ainda.

Uma das suas principais vantagens é a de medir a performance das campanhas em tempo real.

Ou seja: você pode ir fazendo testes para ver o quanto suas peças e ações estão funcionando, corrigir rotas e ir aperfeiçoando as estratégias para aumentar o seu retorno.

Quando é bem feito, o custo-benefício é o melhor possível.

Outra grande vantagem é que ele é mais segmentado e permite que a sua empresa se aproxime muito mais das pessoas. Com isso, você passa a conhecer cada vez melhor o seu público. E, claro: se comunicar de forma mais eficiente e personalizada, destacando o que as pessoas mais precisam do seu portfólio e até criar novos produtos e serviços, baseados nas dores e desejos do seu público.

O marketing digital e suas (muitas) frentes de atuação

O negócio é que, como falamos no início deste artigo, fazer marketing digital não é só sair postando nas redes sociais e no seu blog.

Ele tem uma série de frentes de atuação.
É normal que as pessoas leigas (e até alguns profissionais da área) fiquem confusos só de ouvir termos como marketing de conteúdo, social media, performance, personas, leads, inbound, SEO, tráfego pago e orgânico, entre outros.

Nos últimos anos, o mercado vem apresentando cada vez mais estratégias e ferramentas para otimizar os negócios por meio da internet.

É claro que você não precisa utilizar todas elas, mas conhecer o mínimo dos recursos disponíveis – até para determinar os mais adequados ao seu perfil e contexto, às suas necessidades e objetivos – é fundamental.

Portanto, a segunda notícia é bem realista para quem quer começar a fazer o seu próprio marketing digital. Para que ele funcione efetivamente é importante que você conte com uma agência especializada.

Pelo menos para uma consultoria inicial.

E a gente diz “pelo menos” porque o ideal é que você possa ter essa parceria no máximo do seu projeto. Até porque muitas ações exigem ainda conhecimento técnico para que você não perca tempo, dinheiro e entusiasmo.

Quanto mais profissionais especializados e quanto mais integrados eles trabalham, maiores as chances de a sua atuação online gerar mais resultado.

E, para que você tenha ideia do que estamos querendo dizer, vamos ilustrar abaixo algumas das possibilidades disponíveis nesse universo.

As principais estratégias do marketing digital

Abaixo listamos apenas as 3 principais. Assim já dá para dar uma ideia da quantidade de expertise necessária para que o seu projeto traga os resultados esperados.

Marketing de conteúdo

Quando você investe em marketing de conteúdo, você está investindo em relacionamento.

Basicamente o que você tem que fazer é oferecer materiais e informações ligados à sua área de atuação:

  • que sejam úteis e relevantes para possíveis consumidores;
  • que resolvam suas dores e desejos;
  • que tenham o poder de entreter e de atrair essas pessoas até que isso as leve natural e espontaneamente à compra da sua ideia, produto ou serviço.

Entre as vantagens estão, por exemplo:

  • a criação de autoridade – você e a sua marca serão vistos como referências na sua área de atuação;
  • relacionamento – você estará atraindo novos consumidores e fortalecendo os elos com os antigos;
  • reciprocidade – as pessoas têm a tendência de comprar de quem trouxe informação relevante, de quem as ajudou no dia a dia a resolver suas dores e desejos;
  • maior visibilidade – essa estratégia aumenta imensamente o acesso ao seu site, seus perfis e canais.

Search Engine Optimization, SEO

SEO nada mais é do que otimização para mecanismos de buscas.

Mas entender isso – e basicamente como ele funciona – faz toda diferença para o sucesso da sua estratégia de marketing digital.

Trata-se de um conjunto de práticas que potencializam as chances do seu conteúdo aparecer nas primeiras posições das páginas de resultados orgânicos (não pagos) de sites de buscas, como o Google.

Ou seja, de ser facilmente encontrado e lido por quem tem interesse naquele assunto.

É simples entender os benefícios de um SEO bem feito. Talvez o maior deles seja o de aumentar imensamente as chances de o seu site e blog serem visitados.

O que significa: mais tráfego (sem investimento em anúncios) e mais chances de converter potenciais clientes em clientes.

Veja este case nosso de SEO, para você ter ideia do quanto isso pode representar em termos de retorno financeiro.

Outra possibilidade do SEO é a de fazer uma pesquisa para descobrir como o consumidor busca e encontra produtos e serviços como os seus no meio digital.

Pra saber mais, veja O que preciso saber sobre SEO?

Inbound marketing

Começamos falando sobre SEO e sobre conteúdo porque eles estão diretamente ligados ao inbound marketing.

Também conhecido como marketing de atração, no inbound a empresa não vai até o cliente, mas é o contrário que acontece.

Em vez de interromper o que o público está vendo para divulgar a sua marca, o inbound cria formas de atrair usuários até seus textos, infográficos e vídeos, por exemplo.

A partir disso, transforma esses usuários em leads, pessoas que deixam seus contatos, permitindo receber mais comunicações da sua empresa.

O próximo passo é um trabalho de relacionamento por meio de conteúdo útil e relevante para cada pessoa.

A ideia é que ela seja levada, pouco a pouco, deslizando do primeiro contato até o momento da compra.

Entre as vantagens, você está:

  • educando a audiência – incluindo clientes em potencial – sobre temas do seu segmento;
  • aproximando-se do seu público, criando laços com ele;
  • virando referência na sua área de atuação;
  • funcionando como um influenciador.

As principais ferramentas do marketing digital

Se as estratégias são fundamentais para determinar os passos que você deve dar na direção dos seus objetivos, as ferramentas vão agilizar esse processo.

Elas conseguem automatizar uma série de tarefas e alavancar seus resultados.

Também existem várias, mas aqui listamos apenas uma parte.

E não custa lembrar: o tempo para conhecer uma a uma e aprender a usar os seus recursos, além dos preços cobrados pelas pagas, são diluídos quando você opta por fazer marketing digital com uma agência especializada.

Veja no que elas podem ajudar.

Gestão de projetos

  • Elas permitem que os projetos sejam geridos de uma forma bem eficiente. Entre outras vantagens porque:
  • integram os profissionais envolvidos, facilitando a comunicação entre eles;
  • criam dashboards, painéis que normalmente facilitam visualizações rápidas determinantes dos projetos, dividindo as ações em pequenas tarefas.

Análise competitiva e pesquisa

  • Com ferramentas desse tipo, você consegue monitorar a concorrência e entender como o seu público pesquisa em buscadores, como o Google, na hora em que precisa de produtos ou serviços como os seus.

Análise de performance

  • Uma das grandes diferenças entre o marketing tradicional e o digital é que, no online, as campanhas não são estáticas. Por meio de ferramentas, é possível monitorar sua performance e, sempre que necessário, fazer alterações para aumentar o retorno do investimento.

Relacionamento com o cliente

  • Customer Relationship Management ou Gestão de Relacionamento com o Cliente é fundamental para nos aproximarmos dos clientes e prospects, aumentando a fidelização. Por meio dele, podemos, por exemplo: controlar as interações, visualizar o status das pessoas que deixaram contatos, mandar mensagens segmentadas e personalizadas para o nosso público, entre outros.

Gestão de canais

  • Elas facilitam do controle das postagens e monitoramento dos resultados aos agendamentos das suas publicações.

Produção

  • Por meio das ferramentas de produção, é possível, por exemplo, criar páginas para que usuários deixem seus contatos, newsletters, entre outros.

Como começar com segurança no marketing digital

Resumindo tudo que escrevemos: é difícil começar a fazer esse trabalho sem especialização. Para entender na prática o que isso representa, veja Por que nos contratam.

Você vai encontrar vários vídeos de clientes comentando que em poucos meses – muitas vezes dois ou três – eles têm mais resultado e o quanto estão satisfeitos por iniciarem esse esforço de marketing com uma agência full service como a nossa.

 

 

 

 

 

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.