Busca paga ou orgânica, em qual devo investir?

Você sabe por que usuários dão preferência as buscas orgânicas? É fato que a busca por serviços e produtos na web tem se intensificado a cada dia que passa. Muitos consumidores deixaram de sair de casa para shoppings e passaram a comprar de forma mais confortável e tranquila: pela internet.

Ter um bom site e, principalmente, estar presente nos mecanismos de busca como o Google, é uma forma de ganhar mais visibilidade e promover seu site. Atualmente, o Google detém 93% do tráfego de toda a internet.

Ou seja, se você deseja que sua empresa se destaque, é de extrema importância que ela esteja na primeira página do Google, seja por links patrocinados ou resultados orgânicos.

O que você pode não saber é que os usuários são mais influenciados de uma forma que de outra na hora, no momento da tomada de decisão.

Mas para te ajudar, vamos explicar e distinguir ambas.

Os resultados orgânicos são sites que aparecem nos mecanismos de busca, em ordem de relevância, sem necessitar do uso de propagandas.

Os links patrocinados já são anúncios que são visualizados no topo das páginas de pesquisa. No Google, são promovidos pelo Ads que utiliza modelo PPC (pay-per-click).

Nessa imagem podemos entender o posicionamento de cada forma (Links Patrocinados x Busca Orgânica)

Nessa imagem podemos entender o posicionamento de cada forma (Links Patrocinados x Busca Orgânica) no Youtube.

Busca orgânica ou links patrocinados – qual a melhor opção?

Pesquisas apontam que entre 70 e 95% dos consumidores preferem os resultados orgânicos nos mecanismos de busca, enquanto que até 30% clicam diretamente nos links patrocinados.

Em média, em 100 buscas nos mecanismos de pesquisa, os resultados orgânicos são 54 vezes mais clicados que os links patrocinados. Quase 20 vezes mais que os resultados pagos detém.

Mas você sabe por que isso ocorre? Uma das respostas é que um número grande pessoas que, ainda, entendem que links patrocinados, por ser uma publicidade paga, não transmite tanta credibilidade. Na visão dos usuários, qualquer empresa que possa pagar, pode estar ali no topo dos resultados de pesquisa, independente da seriedade da empresa e qualidade dos serviços prestados.

Outro ponto importante é a intenção do consumidor em relação a busca. Vamos pensar nesse exemplo: em uma determinada campanha paga, um site de venda de brinquedos, pode pagar pela palavra de calda longa (long tail) “diversão infantil”. Porém, pode ocorrer do usuário não estar com intenção de comprar brinquedo, mas sim, conhecer tipos de brincadeiras para animar crianças, ocasionando assim, a chamada rejeição. Ou seja, o usuário vai entrar no site e vai verificar que não oferece exatamente o que está procurando e sairá sem interagir com a empresa.

Isso demonstra que links patrocinados podem gerar tráfego, mas nem sempre, a conversão irá acompanhar.

Exemplos como esse, só reforçam a necessidade de empresas investirem em SEO (Search Engine Optimization). A otimização de sites tem sido, cada vez mais, procurada como alternativa para aumentar a visibilidade e atrair mais usuários para sites ou lojas virtuais.

Estar com um bom posicionamento nas buscas orgânicas é imprescindível para empresas que buscam atrair clientes e aumentar seu faturamento – principalmente nos casos de e-commerce.

Portanto, podemos dizer que um dos motivos principais pelo qual usuários/consumidores preferem optar por resultados de busca orgânica é a credibilidade que essas empresas transmitem por estarem bem posicionadas. Por isso, as estratégias de SEO são utilizadas com o objetivo de aumentar a visibilidade e fortalecer a presença de marca na internet.

Campanha de links patrocinados, quando feita de forma correta e assertiva, é muito útil para empresas que tenham interesse em anunciar seus serviços ou produtos a curto prazo. Mas no caso de empresas que desejam atrair, cada vez mais leads e transformar em clientes concretos, a técnica de SEO é definitivamente a mais recomendada.

 

 

Author avatar
Mais Resultado
https://agenciamaisresultado.com.br

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência.